Deep Web – Parte 4 – Moeda Virtual: O que é BitCoin?

BC

Seria um erro falar da Deep Web e não falar sobre a moeda virtual mais usada nessa rede; Como muitos já sabem a Deep Web é o submundo da internet e assim como na vida real, no submundo é que acontece vendas de drogas, armas e etc…Mas como as pessoas conseguem fazer tudo isso na internet sem ser pegas? Primeiro motivo é que a DW é uma rede não pode ser rastreada, pois sua conexão criptografada é feita através de pontes entre os próprios usuários, essas pontes são chamadas de nós, esses nós impedem que um “snifer” rastreie a origem e o destino da conexão, mas mesmo assim as instituições de segurança e governo poderiam tentar evitar esse tipo de negociação analisando transações financeiras das pessoas e através de um filtro encontrar possíveis patrocinadores desse submundo, só que é ai que entra o Bitcoin.

P2P

Bitcoin é uma moeda criada através de um conjunto de dados únicos que são criptografados, dessa a forma o Bitcoin se torna a moeda mais segura e temida. As transações financeiras com Bitcoin utiliza da rede Peer-to-Peer que é a mesma utilizada nos torrents e muito semelhante a própria estrutura de Nós da DW, para uma pessoa utilizar da moeda basta ter a chave que à desgriptografa e como não é necessário nenhum vínculo ou dados referentes a um usuário ou senha, a única maneira de saber como foi gasto um Bitcoin seria no rastreio de origem-destino dos dados, mas como as conexões são feitas através de nós Peer-to-Peer fica impossível fazer esse rastreio.

  Em suma apesar de ser usada na maioria das vezes para fins mirabolantes o Bitcoin não é em si considerada uma moeda ilegal, atualmente a maioria dos países a considera como uma moeda privada e tentam estipular regras legais para as suas transações financeiras. Existem ainda outras moedas que tentam ganhar espaço nesse novo mundo, vou citar a segunda mais famosa que é a Litecoin, pois mesmo com a supervalorização do Bitcoin onde uma única unidade vale em torno de 208,09 USD, existe uma imensa dificuldade em produzir Bitcoins, apenas computadores equipados com placas de vídeos “High Ends” conseguem produzir Bitcoin de forma a não ter prejuízo em energia elétrica.  Vou dar meu computador como exemplo:

“Meu PC possui processador Intel Core i7-2670QM – 8GB de MRAM – Sem placa de vídeo, ele consegui em um servidor pool de mineração de BC uma velocidade de produção de 20Mhash/s, com isso se meus cálculos não estava muito errado eu demoraria cerca de 1 ano para conseguir 1 BC, ou seja o lucro não iria cobrir o tempo gasto e a despesa com energia elétrica”.

Como podem ver no exemplo acima é muito demorado o processo para gerar uma chave criptografada de Bitcoin e não é todo o mundo que possui um PC top de linha para conseguir ganhar alguma coisa, com isso seguindo a lei da Oferta e Demanda, o Bitcoin se tornará cada vez mais raro, pois quanto mais for usado o BC mais valorizado será a moeda.

Em breve trarei uma continuação dessa matéria explicando o processo de fabricação de Bitcoin/Litecoin e os cuidados que vocês devem tomar.

“Não é o dinheiro que traz a calamidade para nosso mundo e sim o que fazemos com ele.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s